Avançar para o conteúdo principal

A Bienal Vai à Escola - A Poesia da Forma




No passado ano letivo, a Biblioteca Municipal de Aveiro, através das Bibliotecas Escolares, lançou um desafio aos alunos: escreverem um texto sobre o tema “Os Medos”. Esse texto seria posteriormente trabalhado por um ceramista e o resultado faria parte de uma das exposições da Bienal.
O texto do AEJE foi escrito pelo João Silva, enquanto ainda frequentava o 9º ano, na EB2 de S. Bernardo. Hoje, aluno da ESJE, tem o seu trabalho exposto no edifício Atlas acompanhado pela escultura cerâmica da artista Anabela Soares, que é uma interpretação do texto original.

A exposição pode ser visitada de 3ª a Domingo (10:00-12:30 / 13:30-18:00).

João, o teu texto foi uma inspiração que permitiu entrelaçar duas formas de arte – a escrita e cerâmica.

Ó destemido,
Diz-me, do teu pedestal,
O que é o medo?

Poder?
Não… Nem para ti.
Como poderá o medo ser teu poder?
O medo é cego e aparece a todos
E aí, poder é miséria.

Nunca sentiste na pele o que é aquela “bala” inimiga
Que faz curvar o corpo ao soldado?

Todos nós somos soldados!
Todos nós a sentimos
E todos nós, mesmo tu, somos reduzidos a essa insignificância tão pura a que ele nos obriga.

O medo é fobia, é pânico e horror,
Mas também receio, dúvida e incerteza.

Por trás dele, escondem-se os fracos, os covardes e os “destemidos” como tu!

Porque o perpetuas,
Porque o empoderas,
Se ao lado dele és nada
E só mais um?