Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

O livro que nasce das mãos dos alunos do Pré-Escolar na Presa

  Está para breve a publicação de mais um livro da autoria dos alunos do Pré-Escolar da Presa. Há vários anos que a Educadora Milú (Maria de Lurdes Sousa) promove esta iniciativa em que alguns dos mais jovens elementos do agrupamento, investem de forma criativa e empenhada. Aproveitamos para recordar uma das edições anteriores e alguma da arte produzida naquela escola.
Mensagens recentes

Contando fábulas com Origami

Uma maneira diferente de contar histórias intemporais. Foi o que fizeram os alunos do 7ºI quando experimentaram utilizar Origami para criar personagens.

Arte em sintonia com as crianças de Cabo Delgado

  Esta é uma campanha solidária que integra o Projeto Cultural de Escola - Plano Nacional das Artes. do Agrupamento de Escolas da Lousã . Pretende-se que seja alargado a outros agrupamentos/escolas. A arte é ativista, solidária, e os nossos alunos, com os seus trabalhos, podem ajudar crianças que testemunharam atos de violência terríveis, que perderam familiares próximos, passaram fome escondidas no mato, estão a sofrer de subnutrição e de doenças graves. O dinheiro angariado com a venda dos trabalhos (online e em locais a designar), será entregue à Cáritas Portuguesa . Através dos voluntários da Cáritas no terreno, os nossos alunos saberão quais as crianças das comunidades que vão ajudar e verão o resultado dessa ajuda. Não contribuirão apenas para um projeto, conhecerão os rostos dos beneficiados pelo projeto. Esta campanha será concluída no final do mês de maio. Para saberes mais podes visitar o grupo do Facebook ou o perfil no Instagram . Podes colaborar de duas formas: comprando

Arte na EB2 de São Bernardo

  Desta vez fizemos uma visita à EB2 de São Bernardo onde fotografámos alguns dos muitos trabalhos expostos. Foram todos executados pelos alunos do primeiro Ciclo e como se pode ver a reutilização de materiais é abundante. Assim, e sem grandes complicações, motiva-se para a Arte e desenvolve-se a consciência ambiental.

Documentários aos milhares

É atribuída a Alfred Hitchcok uma frase conhecida - "Na ficção o realizador é Deus, no documentário Deus é o realizador". Talvez esta dicotomia não seja assim tão absoluta porque o documentário é sempre uma maneira de ver o mundo, exige escolhas e opções. Este género cinematográfico nasceu com o próprio cinema e foi mesmo anterior aos primeiros esboços ficcionados da sétima arte. No início o cinema era "apenas" uma novidade tecnológica e a temática era um pouco indiferente. " A Saída dos Trabalhadores da Fábrica Lumiére " é obviamente o cenário mais imediato a que os irmãos Lumiére tiveram acesso e a sofisticação narrativa ou a edição ainda não eram uma preocupação. Mas o Cinema existe há mais de cem anos e o "Documentário" assumiu um papel independente neste contexto, assumindo funções educativas, políticas, mobilizadoras. O desenvolvimento e banalização dos suportes mediáticos permitiu a explosão desta forma de expressão e é possível a quase t

Naturezas Mortas - Retratos do Confinamento

  Estas são fotografias produzidas pelos alunos da turma 1FOT (Curso Profissional de Fotografia) e partem da unidade "Naturezas Mortas" mas são também retratos do confinamento a que os alunos estiveram obrigados.

Olhando para um cubo mágico

  Desta vez podemos apreciar trabalhos dos alunos do sétimo ano de escolaridade realizados na disciplina de EV e na Escola EB2 de São Bernardo . O ponto de partida foi a planificação de um cubo mágico e o de chegada foi a sua representação axonométrica.