Avançar para o conteúdo principal

Governo vai criar rede nacional de centros de arte contemporânea


Esta é uma notícia literalmente "emprestada" pelo site da T.S.F., mas que nos parece suficientemente importante para merecer um destaque no nosso site.

"Ministério da Cultura pretende "formalizar até final de julho" uma rede de centros de arte contemporânea no país, anunciou a ministra Graça Fonseca em declarações à TSF.
De acordo com governante será feito um "mapeamento de onde já existem centros de arte contemporânea no território", integrando-os depois numa "rede única" com o objetivo de que a coleção do Estado e as coleções privadas que pertencem a cada um destes centros circulem pelos vários espaços. Associado à rede está ainda "um objetivo de residências e de investigação".
Na opinião da ministra da Cultura, a existência desta rede permitirá fazer com que "a circulação de determinadas obras de um artista" seja feita de uma forma "mais estruturada". O governo pretende assim "fazer uma programação de circulação descentralizada" com as obras da coleção do Estado.
O primeiro pólo da rede de centros de arte contemporânea vai ficar em Coimbra, cidade onde será inaugurada, a 4 de julho, a exposição da coleção que o Estado adquiriu ao antigo BPN no início de janeiro e que foi englobada na Coleção de Arte Contemporânea do Estado." (LER O RESTO)